Estomatologia & Medicina-Dentária

Estomatologia ou Medicina-dentária?Praticamos uma Medicina Dentária moderna, tratando o paciente como um todo. Usamos uma abordagem multidisciplinar, reunindo uma equipa de especialista nas várias áreas da Medicina Dentária para encontrar a melhor solução para cada paciente.

A Medicina-Dentária e a Estomatologia são especialidades que têm como finalidade prevenir, diagnosticar e tratar as doenças que se manifestam na cavidade da boca e no complexo maxilo-mandibular. Também é atribuição do estomatologista estar atento para o diagnóstico, e o devido encaminhamento ao médico, de doenças sistêmicas que possam apresentar manifestação na boca ou que possam exercer alguma influência ou interação negativa com o tratamento dentário.

Estomatologia e Medicina Dentária

Para um profissional se poder intitular Médico Dentista, é necessário possuir um curso superior (Licenciatura ou Mestrado Integrado) em Medicina Dentária e estar inscrito na Ordem dos Médicos Dentistas.

Existe, no entanto, outro profissional de saúde cujas competências são iguais às dos Médicos Dentistas – os Médicos Estomatologistas. A diferença reside sobretudo no percurso profissional destes dois – o Médico Estomatologista é um profissional licenciado em Medicina e que tira, posteriormente, a especialidade em Estomatologia. Os Médicos Estomatologistas estão englobados na Carreira Médica Hospitalar e exercem a sua função em hospitais, centros de saúde e clínicas privadas, enquanto que os Médicos Dentistas não estão actualmente contemplados por qualquer carreira e exercem quase exclusivamente em Clínicas Privadas. No entanto, esta situação ocorre apenas em Portugal Continental – nos Açores, os Médicos Dentistas trabalham em Centros de Saúde e na Madeira estão contratualizados.

A Licenciatura em Medicina Dentária é algo recente no panorama Português. A política de criação de Escolas Superiores de medicina dentária teve a sua origem num plenário de Médicos Estomatologistas, realizado em 1974 na cidade de Aveiro. Nas conclusões desse plenário ressalvou-se que se deveria fazer o ensino da Odonto-Estomatologia a um nível pré-graduado nas Universidades de Lisboa, Porto e Coimbra. Estas foram criadas em 1975 – Dec.-Lei 282/75, com a criação da Escola Superior de Medicina Dentária de Lisboa (ESMDL), em 1976 – Dec.-Lei 368/76, com a do Porto (ESMDP) e em 1976 a de Coimbra, tendo esta última como base o Serviço de Estomatologia e Cirurgia Maxilo-Facial dos Hospitais da Universidade de Coimbra (SECMF-HUC).

No entanto, hoje observa-se que a tendência é a de se formarem cada vez menos Médicos Estomatologistas, ao passo que muitos serviços de Estomatologia têm encerrado, nomeadamente em Centros de Saúde.

Em Portugal, ainda falta a inserção da Medicina Dentária como área de saúde pública, em Hospitais Públicos, Centros de Saúde Públicos, entre outros.

Podem-se destacar diversas faculdades, em Portugal, de que são exemplo, a Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP), o Instituto Superior de Ciências da Saúde – Norte (ISCS-N/CESPU) , a Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, o Instituto de Ciências de Saúde Egas Moniz, a Universidade Católica Portuguesa (polo de Viseu), assim como a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), que incorpora ao mesmo tempo o ensino da Medicina Dentária com Medicina, e a Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (FMDUL).

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.